Como vencer o desafio de se expressar em público.
O impacto da sua comunicação é a reação da audiência
 
 

Por Paulo Campos

Na semana passada participei do workshop “Super Apresentador”, promovido pela Soap, State of the Art Presentations, empresa especializada em construir apresentações corporativas e treinar profissionais na habilidade de falar em público. Uma metodologia prática e customizada fez o dia passar de forma produtiva e intensa.

Certamente, boa parte da imagem que você constrói na carreira é feita através do impacto das suas apresentações em reuniões, congressos e convenções. O medo de falar em público é considerado um dos maiores entre os profissionais e, em alguns casos, maior até que o medo de morrer! São dois os principais motivos para esse pânico: falta de conhecimento profundo do assunto e falta de experiência na prática com o uso da palavra. Portanto, para falar bem em público você precisa dominar o que vai falar e praticar, praticar e praticar!

Então, sempre que tiver a oportunidade de se apresentar para uma platéia (lembre-se que falar para mais de duas pessoas já é uma apresentação!), tenha em mente três perguntas, na seguinte ordem:

  • Para quem eu vou falar?
  • Como eu vou falar?
  • O que eu vou falar?

Um dos pontos que mais gostei no workshop foi o tópico sobre o “Uso da Ênfase”. A pausa é uma das maneiras de reforçar o seu discurso e o impacto sobre as pessoas. Outra forma de dar destaque é pela entonação na sílaba tônica de uma palavra. O exercício feito para demonstrar esse impacto é ler em voz alta as quatro frases abaixo e dar mais ênfase na palavra em sublinhadas.

Veja como o sentido da frase muda por completo:

  • Ontem, fiquei te esperando na porta do shopping até ao meio-dia. (quando)
  • Ontem, fiquei te esperando na porta do shopping até ao meio-dia. (ação)
  • Ontem, fiquei te esperando na porta do shopping até ao meio-dia. (onde)
  • Ontem, fiquei te esperando na porta do shopping até ao meio-dia. (horário)

E aqui vão cinco Dicadukas para você encerrar sua apresentação: use o bom humor; diga uma frase célebre; destaque uma frase pessoal usada para reafirmar a ideia principal; revise os itens tratados na mensagem; e faça um resumo dos pontos principais.

E aqui vão mais cinco Dicadukas para você NUNCA dizer na conclusão da sua apresentação: “Era isso que eu tinha para dizer”; “É só isso”; “Bom… é isso aí pessoal”; “Bem, acho que passei tudo para vocês”; e“E por hoje é só pessoal”.

Portanto lembre-se: Esteja certo de ter terminado de falar antes que seu público tenha terminado de ouvir.

 
Fonte: vocesa.abril.com.br

Have too often for cash advance loans people who practice responsible lending industry?
 
 
 

Últimas Notícias

 
Mais Notícias
  Em Foco
WORKMAP - Geomarketing
Potencial de Consumo - IPC NEXION
Feiras e Eventos
Fale Conosco
GRAACC - Você pode ajudar
Galeria de Vídeos
Carta do Mês
Livro DM
Case 447 - A DECISÃO DEFINE O NORTE
Depoimento de Clientes
Como Melhorar o Desempenho da Área Comercial da sua Empresa
Cadastre-se