Empregabilidade: tá achando que contratar alguém é fácil?
 
 

Por Gabriel Galvao

Devido à grande quantidade de comentários nos textos sobre empregabilidade e mercado de trabalho, acho que é conveniente falarmos mais sobre os motivos pelos quais uma empresa contrata alguém. Geralmente o que predomina nas discussões é a visão do profissional que está fora das empresas e que reclama por não conseguir ser contratado, mas será que contratar alguém é algo tão simples assim?

Empregado Vs Empregador

O que mais se houve entre as pessoas que não estão nas empresas é que “ninguém me dá oportunidade”, “salário tá baixo demais”, “coloquei cem currículos e ainda não fui chamado” ou “já até sou ‘amigo’ do dono da empresa, o que mais falta pra ele me contratar?”. Esse é o lado da história de quem quer ser contratado para satisfazer suas necessidades sociais (vulgo receber um salário, férias, 13º e tal). No entanto, antes disso acontecer, deve-se haver a expectativa do atendimento das necessidades corporativas. O que eu digo é que, se de um lado temos pessoas doidas para serem contratadas visando suas necessidades apenas, do outro as empresas precisam que também as suas sejam atendidas, e nessa briga o lado da empresa prevalece porque sobra gente por aí precisando de emprego, geralmente.

Quando as empresas contratam?

Uma contratação só é interessante para uma empresa quando os lucros obtidos com essa contratação são bem maiores que os custos mensais dessa contratação. As únicas empresas que contratam sem ligar para o retorno financeiro são as empresas públicas, por meio de concursos que superlotam algumas instituições, ou as empresas familiares, quando o papai contrata o filhinho tapado só pra justificar a mesada. Fora isso, contratar não é fácil e exige muitos cálculos e obrigações por parte da empresa.

Vejamos algumas situações onde a empresa abre vagas para contratar:

  • Quando o mercado exige: Por exemplo, quando houve decisão que obrigou empresas de determinado porte a terem um call center ou para cumprir cotas de estagiários e de pessoas com deficiência;
  • Quando aparece uma boa oportunidade: No mesmo exemplo da obrigação do call center, surgiu uma grande oportunidade para as empresas de telemarketing, que contrataram exércitos de pessoas, a maioria sem experiência, dando oportunidade a muita gente. Também pode acontecer de um cliente novo e importante solicitar uma grande demanda de produto ou serviço e isso implicar em chamar mais profissionais para atendê-la;
  • Quando o profissional tem uma proposta inovadora: É difícil ver isso, mas também pode ocorrer de um profissional apresentar um projeto que seja interessante para a empresa o qual só ele pode aplicar, e então é contratado, pelo menos temporariamente;
  • Quando a empresa tem uma perda repentina: Por um capricho do destino seu melhor executivo é “roubado” pela concorrência e está lá um rombo no seu departamento. É preciso contratar com urgência para suprir isso;
  • Quando o contratado tem grande importância estratégica: Ainda falando de executivos, notou que nenhum desses CEOs dessas superempresas fica desempregado por mais de uma semana? Se um é demitido ou pede demissão por questões simples (nada que envolva escândalos e coisas do tipo), a concorrência voa em cima dele e logo o contrata. Essa pessoa tem importância estratégica porque irá trazer informações, métodos e estilos que aplicava na empresa anterior, dentro dos limites éticos (e contratuais).

Essas são algumas das situações em que empresas vão ao mercado contratar pessoas. Portanto, gente do Brasil, vamos parar com essa de “as empresas são ruins porque não me chamam pra trabalhar”. Quer sentir o drama? Abra uma empresa. Em 5 minutos você verá que contratar alguém não é a mesma coisa que ir à feira comprar laranjas.

Que tal ser um pouco mais empreendedor e tentar bolar seu próprio negócio, hein?

 
Fonte: www.pontomarketing.com
Have too often for cash advance loans people who practice responsible lending industry?
 
 
 

Últimas Notícias

 
Mais Notícias
  Em Foco
WORKMAP - Geomarketing
Potencial de Consumo - IPC NEXION
Feiras e Eventos
Fale Conosco
GRAACC - Você pode ajudar
Galeria de Vídeos
Carta do Mês
Livro DM
Case 447 - A DECISÃO DEFINE O NORTE
Depoimento de Clientes
Como Melhorar o Desempenho da Área Comercial da sua Empresa
Cadastre-se