O que é o ÍNDICE NEXION?

A questão central tratada pelos índices de potencial é:

  • Em qual região pode potencialmente existir mais consumidores ou clientes de um determinado tipo de produto ou serviço

É possível responder a esta pergunta ponderando diversas características como:

  • População
  • Distribuição das classes socioeconômicas
  • Volume de vendas desse produto ou serviço
  • Volume de renda existente em cada região
  • Entre outras informações

Os Índices Nexion foram desenvolvidos pelo FBDE | NEXION Consulting e atribuem a cada município a sua participação percentual no potencial total do Brasil, além de apresentar a informação também por classe econômica. Considerando que o potencial total de mercado brasileiro é 100%, o Índice NEXION identifica quanto cada região representa do todo de cada categoria em cada índice.

Versão Demonstração do ÍNDICE  NEXION

Veja como funciona e como são disponibilizados os ÍNDICES NEXION na versão de demonstração disponível de IPC – Potencial de Consumo na categoria Transportes e Veículos somente para os estados do Alagoas e Sergipe:

Acesse: www.fbde.com.br/servicos/indice-nexion/demo/

Login: Demo

Senha: Demo

Importância

A Importância do Índice NEXION

Grande parte das decisões de mercado de uma empresa decorre de duas questões básicas: “Para quem podemos vender mais?” e “Onde se pode vender?”. Os Índices NEXION orientam a estratégia necessária para responder a estas e outras indagações:

  • Como atribuir força de vendas nas regiões potenciais?
  • Que regiões devem fazer parte de meu esforço de vendas?
  • Onde devo canalizar meu esforço de marketing e comunicação?
  • Quais regiões podem ser melhor exploradas e quais já estão no limite de seu potencial?
  • Meus canais de vendas atendem as regiões cobertas de forma satisfatória?
  • Devo reduzir a atuação em alguma região pouco promissora?
  • As atuais cotas de vendas para as regiões estão adequadas?
  • Quais os melhores territórios de vendas para expansão de meus negócios?
  • Qual a equipe necessária para atender determinada região?
  • Onde pode ser instalada a nossa nova fábrica / filial / escritório?
  • Gestão de carteira de clientes de cada região está adequada ao seu potencial?
  • Como identificar Oportunidades para Promover o Crescimento do meu Negócio?
  • Como Identificar as Regiões onde há potencial para Vender mais Produtos ou Serviços?
  • Como entender informações do mercado e da demanda dos potenciais clientes?

São Questões, entre muitas outras, que preocupam empresários e executivos, quando o assunto é busca de eficiência para a Área Comercial e para o Marketing da Empresa!

Objetivos

Objetivos do Índice NEXION

Cada Índice NEXION tem como objetivo fornecer a leitura dos potenciais econômico, de mercado e de consumo de todas as regiões brasileiras e suas subdivisões.
A missão é fornecer aos executivos de marketing e vendas parâmetros para tomada de decisões para definição da estratégia de expansão dos negócios e a distribuição de esforços e recursos para cada área pretendida.
Para contornar a abundância ou desatualização de informações e evitar distorções de índices específicos, o FBDE | NEXION desenvolveu uma fórmula proprietária e utilizou variáveis que, ponderadas adequadamente, revelam o índice das diversas regiões determinando seu potencial econômico, de mercado e de consumo.

Versões

Versões do Índice NEXION

Seguindo os princípios defendidos por Tagliacarne e respeitando as especificidades socioeconômicas brasileiras, o FBDE | NEXION serviu-se de sua experiência de mais 45 anos na prestação de serviços de consultoria em marketing, vendas e gestão de negócios para mais de 1500 empresas dos mais diversos portes e segmentos de atuação em todo o território nacional, para desenvolver cada Índice NEXION com a finalidade de mapear os seguintes potenciais:

  • IPC –  Potencial de Consumo
  • IPM – Potencial de Mercado
  • IPE – Potencial Econômico
IPC

IPC – Índice de Potencial de Consumo

O IPE avalia dados da população, renda per capita, dentre outras variáveis sociodemográficas, estruturando cada classificação econômica conforme o Critérios da ABEP – Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa.
Este índice define um comparativo do potencial econômico entre os 5.570 municípios brasileiros, ponderando por exemplo:
O IPC avalia qual é a distribuição de despesas dentro da renda familiar brasileira, separadas por categoria de consumo e por classe econômica conforme o Critérios da ABEP – Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa, sendo elas: A, B1, B2, C1, C2, D-E, além do Total de cada área e o ICC – Índice de Concentração de Consumo.

  • Qual município há concentração de público-alvo de acordo com a empresa e seus produtos ou serviços e por classe econômica?
  • Qual região possui maior demanda, maior procura por compra de serviços ou produtos relacionados a cada categoria?
  • Qual a melhor área para abertura ou expansão de negócios por categoria?
  • Em quais áreas devem existir mais pontos de venda ou de atendimento?
  • De que forma organizar a gestão comercial para atingir a cobertura de território objetivada?

As categorias existentes são:

  • ALIMENTOS E BEBIDAS – despesas relacionadas ao consumo de bebidas e alimentos dentro e fora do lar
  • PRODUTOS E SERVIÇOS PARA O LAR – despesas relacionadas à manutenção do lar, compra de artigos de limpeza, mobiliários, artigos diversos, eletrodomésticos e equipamentos eletroeletrônicos
  • VESTUÁRIO – despesas relacionadas à compra de roupas, calçados, joias, bijuterias, acessórios entre outras
  • HIGIENE E SAÚDE – despesas relacionadas à higiene e cuidados pessoais das famílias com produtos, gastos com medicamentos e todas as despesas com saúde (convênio, exames, tratamentos odontológicos, entre outros).
  • EDUCAÇÃO – despesas com livros e material escolar, matrículas e mensalidades
  • VIAGEM E LAZER – despesas com recreação e cultura, despesas com viagens
  • FUMO E OUTRAS DESPESAS – despesa com fumo e outras despesas em geral (de consumo de água, luz, condomínio, aluguel, telefone, gás, serviços pessoais, prestações, empréstimos, entre outras)
  • MATERIAL DE CONSTRUÇÃO – despesas com materiais de construção para reforma ou ampliação
  • TRANSPORTE E VEÍCULOS – gastos com passagem em transportes urbanos, gastos com veículo próprio como combustível, manutenção, entre outros
  • CONSUMO GERAL URBANO – despesas com o Consumo Total apenas de domicílios urbanos separados por classe econômica
  • CONSUMO RURAL – despesas com o Consumo Total dos domicílios da área rural

Índice de Concentração de Consumo – ICC

Este indicador é obtido pela divisão do índice de potencial de consumo pelo índice de população de cada uma das regiões.
Se uma determinada área tem o índice de concentração de consumo maior que um, o volume de consumo supera o poder econômico da população.
Por outro lado, locais onde o índice de população é maior que o de consumo terão ICC menor que 1.

IPM

IPM – Índice de Potencial de Mercado

O IPM avalia qual é a característica das empresas por município. São avaliados o produto interno bruto, o porte das empresas e a concentração de negócios em cada segmento. Também são ponderados os volumes de produção e /ou vendas para cada segmento de atuação para determinar o índice de cada município.

  • Qual é o potencial de negócios B2B por segmento?
  • Onde estão concentradas suas empresas cliente?
  • Onde está a maior riqueza produtiva?
  • Qual é melhor região para geração de negócios e empregos?

O IPM é elaborado para os grandes segmentos econômicos:

  • Comércio – com dados da PAC – Pesquisa Anual do Comércio
  • Serviços – com dados da PAS – Pesquisa Anual de Serviços – Não Financeiros
  • Indústria – com dados da PIA – Pesquisa Industrial Anual
  • Agronegócios – com dados do Censo Agropecuário 2017, PAM – Pesquisa Agrícola Municipal, PEVS – Pesquisa da Extração Vegetal e da Silvicultura e PPM – Pesquisa Pecuária Municipal

Este índice pondera a concentração de mercado por segmento para cada município brasileiro separados pela concentração de cada atividade econômica.

IPE

IPE – Índice de Potencial Econômico

O IPE avalia dados da população, renda per capita, dentre outras variáveis sociodemográficas, estruturando cada classificação econômica conforme o Critérios da ABEP – Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa.
Este índice define um comparativo do potencial econômico entre os 5.570 municípios brasileiros, ponderando por exemplo:

  • Quais são os municípios onde há maior concentração de pessoas
  • Onde há maior concentração de renda e posse de bens
  • Onde há maior desenvolvimento econômico de acordo com suas características
Contextualização

Contextualização

O Italiano Guglielmo Tagliacarne, estatístico e cientista de mercado, é tido como uma referência para Pesquisa Mercadológica, assim como Philip Kotler é para o Marketing e Adam Smith, para a Economia. A consulta à sua obra é obrigatória para os estudiosos de Mercado e pioneira na abordagem de Pesquisa.
Entre tantos conceitos importantes preconizados por Tagliacarne, um se destaca por sua grande relevância na orientação das ações das organizações: O Índice de Potencial de Consumo e de Mercado. Há muitos anos, empresas em todo o mundo vêm adotando este conceito como instrumento essencial de gestão.

Na atividade de marketing, a identificação, o dimensionamento e a localização de públicos potenciais para determinados produtos ou serviços são questões importantíssimas e elementares para a tomada de decisão. Nesse sentido, Tagliacarne muito contribuiu. Em seu livro “Tecnica e Pratica Dele Ricerche di Mercato” (Pesquisa de Mercado – Técnica e Prática), o autor defende que a análise de características como tamanho da população, poder aquisitivo, fatores sócio-econômicos, índices setoriais históricos e, até mesmo, “critérios mais ou menos empíricos” revelam o quanto cada região pode, potencialmente, contribuir com o resultado final das vendas.

Entre em contato e agende uma reunião com nossos consultores

ENTRE EM CONTATO CONOSCO

Nossos consultores irão entrar em contato em breve.